terça-feira, 5 de maio de 2009

GRIPE SUÍNA É SACANAGEM!


Então é isso. Não acontece mais nada no mundo. Estamos todos à beira de uma iminente pandemia [não confunda com pneumonia, Mr. Loolah] de gripe suína - influenza, mexicana ou gripe A/H1N1, como prefere a politicamente carréta Organização Mundial de Saúde.

Fato é que a porcaria da doença já se espirrou por vintetantos países, contaminando manchetes até dos periódicos mais vacinados e eclipsando inclusive a - antes insolúvel/agora passageira - crise mundial, o centésimo dia de Pai Obama no poder e o centésimo filho de Pai Lugo, também no poder - e antes no phoder, quando era bispo.

A gripe suína só não foi mais comentada neste fim de semana do que outra enfermidade que acometeu torcedores do Botafogo presentes no Maracanã, domingo:

A gripe canina, cujo primeiro sintoma é o chororô.

Porém, neste caso, não há risco de pandemia, pois o nível de contágio entre os chorões foi baixo, devido à falta de córum para lamentar no lado supersticioso [e vazio] do estádio. O time implorou pela presença maciça dos chorosos enfermos no Maraca e eles retribuiram com muita solitariedade.

..

- Por que você não quer mais se casar comigo, meu sapinho lindo?
- Você tá gripada.
- E daí? Você também tá um Caco!

..

E quebrando a corrente catastrófico-epidêmica-global dos especialistas em crise gripal, o médico epidemiologista mexicano Miguel Angel Lezana afirma que esta nova gripe NÃO é mais letal do que a comum, do dia a dia. O mesmo diz Richard Besser, diretor-adjunto do Centro para a Prevenção e Controle de Doenças, lá dos Istêitis.

Além disso, pesquisas mostram que 94% dos mexicanos não conhecem diretamente uma única pessoa que tenha sido contagiada com gripe suína; e 75% disseram que sequer "ouviram falar de alguém" que esteja doente.

Talvez seja um pouco de onda errada dizer isso, mas essa gripe até agora não passou de uma marolinha-a-a-a-a... tchim!

Ainda assim, a lista de países que estão boicotando a importação da carne de porco só aumenta. Os mais afetados são, obviamente, México, Estados Unidos e Canadá, os primeiros atingidos pelo novo vírus.

O Egito, então, foi ainda mais radical: eliminou 400 mil porcos! Mantendo a tradição de obras faraônicas, quem sabe não levantam uma nova esfinge, com costelas de porco e cara do Gaguinho...

Não deve ser difícil hoje comer um belo carré de porco assado bem mais barato, e em qualquer parte do mundo.

Ah, e aos paranóicos de plantão: segundo consta, ninguém morrerá por ingerir carne suína. Não de gripe...

Mas o troféu espírito de porco vai para a ministra argentina de Saúde, Graciela Ocaña, que se referiu ao México jocosamente como EL HERMANO ENFERMO.

Muuuuy amiga!

..

Nestes dez dias de massificação do assunto gripe, enquanto houve uns que perderam [inclusive a vida], há outros tantos que lucraram, chafurdando na desgraça alheia.

Tem gente graúda por aí mais feliz com o vírus do que fabricante de máscara cirúrgica.

Deu na Agência Reuters [28/04]:

Enquanto é crescente o número de telefonemas de mexicanos preocupados com amigos e parentes devido à gripe suína, o vice-presidente de finanças da Telmex [Teléfonos de México], Adolfo Cerezo, comemora a repentina elevação no tráfego telefônico da empresa de telefonia.

"Isso pode se refletir como um impacto positivo para a Telmex", disse Adolfo Cerezo, em conversa telefônica com analistas.

Não custa lembrar, a Telmex é do grupo Carso, do bilionário cucaracho Carlos Slim [Embratel, América Móvil, Claro, escuro, céu, terra, ar, mar, fogo e água].

..

- Patolino, p-p-p-or que você t-t-t-tá fugindo t-t-t-também?
- É que por causa da tua gripe, voltaram a falar da minha!
- Q-q-q-qual?
- Gripe aviária!
..

Não há como fazer centenas de mortes por meningite meningocócica na Bahia "competirem" com 30 ou 40 suspeitas da supracitada gripe porcina. É a doença da moda dos primeiros cadernos e jornais nacionais.

Falando em moda, alguém já atentou para o fato de que milhões de máscaras cirúrgicas fashion- vendidas a toque de caixa para uma assustada população mundial - se tornarão obsoletas em pouco tempo? O que fazer com elas se não houver mais o risco de todos nós morrermos semana que vem desta terrível doença?

Algumas sugestas para a sua máscara não cair em desuso:

- Use-a na próxima festa à fantasia. Essa idéia vai contagiar a todos;

- Matricule-se já no curso de medicina, enfermagem, química, biologia, nutrição ou em qualquer outro onde seja imprescindível o uso de touquinhas, jalecos, aventais, luvas e – sobretudo - máscaras higienizadas. Motivo: economia de material acadêmico;

- Combine com seus amigos de redes sociais internéticas um flash mob suíno na churrascaria Porcão. Todos mascarados no rodízio, dividindo suas experiências, além de suculentas costelinhas de porco;

- Morador de São Paulo: use-a para respirar;

- Morador do Rio: use-a para assaltar;

- Smiley! Desenhe um sorriso nela e seja feliz... até que a máscara caia;

Michael Jackson tenta se proteger do vírus mortal, mesmo não havendo risco de inalação, já que ele não possui nariz.

..

Para os alarmistas que comparam este vírus recente à devastadora gripe espanhola [que matou entre 50 e 100 milhões de pessoas no início do século passado], um conselho anti-gripal constantemente citado e receitado pelo grande doutor Chapulin Colorado:

- PALMA, PALMA! NÃO PRIEMOS CÂNICO!!!

..

3 comentários:

palácios disse...

lindo, lindo! esse blog não é só o post da disney!!!

residuosperiodisticos disse...

Jajjaja! Muy bueno! Novedad: en portugués para que Brasil se entere. Um dia desta semana, um onibus que vinha para Argentina do Chile com um doente da gripe A (porque agora se chama assim viu?) foi apedreado pelo povo de Mendoza porque ninguém quería o cara no hospital.
É que nós pensamos no "hermano enfermo"como disse a nossa querida Ocaña.
Beijao pra vc meu querido, adorei o post!

Marcus Losanoff disse...

Lau, me encantó tu blog periodístico! =)