domingo, 21 de junho de 2009

SARNEY, PEDE PRA SAIR!

- Nepotismo??? Eu só tenho isto aqui de parentes no meu gabinete!


BRASILEIROS E BRASILEIRAS...

Hoje começa oficialmente o inverno no Brasil, mas as nuvens negras pairam sobre o ar seco do planalto central faz tempo.

Escândalos políticos em Brasília não são novidade. Envolvendo o Senado, menos ainda.

Mas este brogui não se interessa em destrinchar esse papo de ato secreto. A imprensa já o fez à exaustão na última semana.

Aliás, política é um negócio chato e desgastante. Menos para o político brasileiro. Para este, política é gastante - quando o gasto é feito com o dinheiro público, claro.

Atemo-nos, pois, apenas ao personagem principal desta semana: José Ribamar Sarney e seu polêmico bigode.

Presidente do Senado Fuderal pela terceira vez, o experiente cacique é adepto da política hay gobierno, soy a favor.

Sarney está sempre na sombra do poder; seja este de direita, esquerda, norte, sul, leste, oeste.

E, sobre a última crise no Senado, Mr. Loolah demonstrou abertamente o seu apoio ao Velho Bigode. Direto do Cazaquistão mandou a seguinte declaração à la Borat:

- Não li a reportagem do presidente Sarney, mas penso que ele tem história no Brasil suficiente para que não seja tratado como se fosse uma pessoa comum.

High Five!

Verdade. Sarney não é uma pessoa comum. É um político ímpar na arte de acobertar seus pares.

Sujeito família, é pai de Roseana, dos gêmeos natimortos Cruzado I e II, da hiperinflação desenfreada, da corrupção endêmica pós-ditadura e, claro, do Maranhão [aka o estado mais miserável dentre os 26 desta República Federativa das Bananas].

Nepotismo, aliás, é uma expressão demasiado forte para definir a família Sarney. Afinal, empregar neto, cunhado, mordomo e amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito, debaixo de sete chaves, dentro do coração.

O ex-presidente deve ser tratado melhor do que uma pessoa comum, pois Sarney é imortal.

Imortal da Academia Brasileira de Letras.

Sorte a nossa que imortal da ABL não é highlander. Ainda assim, já passou da hora de se cortar umas cabeças.

- Hi, Senhor Sarney!, a sua bigode é muito sexy e se parece com a vagina da minha esposa; só que mais suja.

6 comentários:

Ana Paula disse...

Genial como sempre!!!!
Bjs!

Marcus Losanoff disse...

Brigadão!!!

Besos!

palácios disse...

"Verdade. Sarney não é uma pessoa comum. É um político ímpar na arte de acobertar seus pares."

marcus ataca de senadora biônica!
http://www.youtube.com/watch?v=UJE47bQpI6g

muito bom, muito bom, muito bom!!!

Marcus Losanoff disse...

a senadora biônica nao tem comparaçao, ela foi legitimamente eleita pela Arena, pelo voto indireto, apoiada pela Lei Falcao, do MARAVILHOSO ministro da justiça Armando Falcao, lembra dele?....

....nao tem importância. hehehe

Carlos Eduardo disse...

Marcão, este post ficou sensacional!
Abraço grande!

Marcus Losanoff disse...

Fala! Seja bem vindo!!!

Valeu! Abraaaço!